Home   |   Mapa do Site    |   Contato
Email dos Leitores
Dúvidas
Depoimentos
Dica da Semana
Galeria de Fotos
Alerta ao Comprador
Humor
Denúncias
Cadastre-se
Frase da Semana
Proverbios de Cavalos
Pensamentos
Conformacao
Condicion. Fisico
Marcha
Doma
Treinamento
Equitação
Embocaduras
Manejo de Cascos
Reprodução
Genética
Canal Marcha picada
ABCCMM
NUCLEOS
Haras em Destaque
Marchador Internacional
Links Interessantes
CURSOS ONLINE
PALESTRAS ONLINE
LIVROS EM CD
LIVROS IMPRESSOS
AUDIO-BOOKS
Loja Virtual Do Cavalo M
M. Picada no Mundo
Como Registrar
Frutas que Curam
Alerta
Preserve a Natureza
A Fotografia
Saude
Controle o Estresse
O Espelho de Gandhi
Calendario Lunar
Datas comemorativas
Previsao do Tempo

Clique para ampliar
Clicar para aumentar foto e ler legenda
Clicar para aumentar foto e ler legenda


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

       LONGEVIDADE EM EQUINOS – ÚTIL E PRODUTIVA

* Lúcio Sérgio de Andrade Zootecnista

Em relação a outras espécies de animais domésticos, a expectativa de vida do cavalo até que é longa, podendo chegar aos 30 anos, desde que bem cuidado e dependendo do fator raça. Animais mestiços tendem a viver mais. Mas este numero não representa uma média. Já o recorde mundial de longevidade é de 62 anos, vividos por um cavalo no século XVIII, de nome Old Billy, que nasceu em 1760 e morreu em 1822. Era um cavalo mestiço, usado para puxar barcaças no canal próximo a Warrington, , em Lancashire. O Poney mais velho do mundo viveu na França até os 54 anos de idade. O Puro Sangue Ingles recordista mundial de longevidade, de nome Tango Duke,  viveu até os 42 anos na Austrália.

Alguns sinais indicativos da idade avançada são: angulação acentuada da arcada dentária e desgaste excessivo e irregular da mesa dentária, dorso lombo selado ( concavilineo ), perda de mobilidade, pelos brancos no focinho e ao redor dos olhos, pálpebras enrugadas, flacidez labial.

Relativamente ao homem, a idade do cavalo é:

Idade do Homem

20
40
50
60
70
80
90
Idade do cavalo

5
10
15
20
25
30
35

Assim, um cavalo de meia idade tem entre 10 e 15 anos. Um cavalo idoso tem idade acima de 20 anos. A média de vida para equinos oscila em torno dos 25 anos. Mas existem variações significativas entre raças. Não raros são os registros de garanhões e éguas que vivem até os 30 anos de idade.

Todavia, o que interessa para o criador são as longevidades útil e produtiva. Vamos abordar primeiro a longevidade produtiva. Apesar do declínio da resistência do sêmen às técnicas de resfriamento, os garanhões podem procriar mais facilmente após os 25 anos de idade. Ao contrário, as éguas raramente estarão aptas para parirem após esta idade, devido, principalmente,  ao declínio das secreções hormonais e ao desgaste da parede uterina.

Considerando a média do 1o parto como sendo aos 4 anos de idade, raras são as éguas que conseguem chegar a mais de 15 partos, sendo a média de, aproximadamente, 10 partos. Na linhagem “Passa Tempo” da raça Mangalarga Marchador, o recorde de longevidade produtiva é da égua Embalada de Passa Tempo, Reg. 054, nascida em 16/12/1965, tendo produzido 18 crias, sendo 11 machos e 7 femeas.

Com a evolução das técnicas de Transferência de Embriões e Inseminação Artificial, a produtividade foi significativamente incrementada. Atualmente, é possível o alcance de uma média de três produtos/égua/ano. O entrave a um desfrute melhor é o fato dos ovários não responderem positivamente ao estímulo hormonais das super-ovulações, a exemplo da vaca, cabra, ovelha e várias outras fêmeas. Entretanto, devido aos elevados custos, a maioria dos criadores não tem acesso às novas tecnologias reprodutivas.

Os principais fatores que contribuem em prol da melhoria dos índices reprodutivos e produtivos em sistema de monta natural são: constância da nutrição balanceada, controle sanitário rigoroso, moderação no esforço físico.

A longevidade útil implica no tempo de uso sem causar danos à integridade do animal, ou riscos de acidentes ao cavaleiro/amazonas. A média de longevidade útil na espécie equina é de, aproximadamente, 15 anos.

Os fatores que podem prolongar a longevidade útil são: alimentação balanceada, controle sanitário, condicionamento físico, cuidados rotineiro e corretos  dos cascos, moderação no esforço físico, criação extensiva.

Em síntese, a palavra chave para prolongar as longevidades útil e produtiva do equino chama-se PROFISSIONALIZAR. Somente através da profissionalização de todas as etapas do manejo da criação, o criador será capaz de prolongar o uso de seus animais, e obter o máximo em produtividade.

 

home |voltar

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 




Itaporanga-SE
Francisco Garcez (Tito) -
(79) 9977 8000


Carvalhos-Sul de Minas
Prop. Fernando Pizza -
(35) 3345 1552

APRESENTAÇÃO      EDITORIAL      A RAÇA       ORIGEM      GENÉTICA      ANDAMENTO      CONFORMAÇÃO      REGISTRO      HINO
Copyright © 2008. RDA Tecnologia. Todos os Direitos Reservados.