Home   |   Mapa do Site    |   Contato
Email dos Leitores
Dúvidas
Depoimentos
Dica da Semana
Galeria de Fotos
Alerta ao Comprador
Humor
Denúncias
Cadastre-se
Frase da Semana
Proverbios de Cavalos
Pensamentos
Conformacao
Condicion. Fisico
Marcha
Doma
Treinamento
Equitação
Embocaduras
Manejo de Cascos
Reprodução
Genética
Canal Marcha picada
ABCCMM
NUCLEOS
Haras em Destaque
Marchador Internacional
Links Interessantes
CURSOS ONLINE
PALESTRAS ONLINE
LIVROS EM CD
LIVROS IMPRESSOS
AUDIO-BOOKS
Loja Virtual Do Cavalo M
M. Picada no Mundo
Como Registrar
Frutas que Curam
Alerta
Preserve a Natureza
A Fotografia
Saude
Controle o Estresse
O Espelho de Gandhi
Calendario Lunar
Datas comemorativas
Previsao do Tempo

Clique para ampliar
Clicar para aumentar foto e ler legenda
Clicar para aumentar foto e ler legenda


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A MARCHA DE HOJE E DE ONTEM

A.P.Toledo – engenheiro, criador,  vet assistant e farrier (USA), autor dos livros: A Locomoção dos Eqüídeos e Tecnologia Não Invasiva para a Análise da Locomoção dos Eqüídeos. Coordenador do projeto Analoc-E (1990 – 2008).
toledo@toledohorse.com.br

Os números não mentem! Na Fig. 3 temos os resultados das análises de marcha pelo Analoc-E  na Expo. 2004 que foram realizadas com o patrocínio da ABCCMM.
As conclusões da planilha mostram que 47% dos animais apresentaram marcha incompleta trotada e transicional, com apoios triplos pequenos e sem apoios em lateral.
A velocidade desenvolvida pelos animais é alta e incompatível com a marcha completa de oito apoios.
Ainda não foi constatado o trote, como querem afirmar alguns, mas falta pouco. Daí a designação de marcha trotada transicional.
Resultados semelhantes foram constatados recentemente em Portugal, quando analisamos, com o Analoc-E, alguns exemplares da raça Puro Sangue Luzitano (PSL). Estes animais avançam com predominância dos apoios em diagonal e apresentam o mesmo “gesto de marcha” que alguns técnicos defendem para o MM moderno.
A Fig. 1 mostra um diagrama do trote marchado do cavalo da raça PSLusitano e a Fig. 2 mostra um diagrama de marcha trotada típica do Mangalarga.
Vejam a semelhança e os pontos comuns comentados no rodapé das figuras!
Os PSL analisados apresentaram uma marcha trotada que alguns estudiosos daquela raça preferem chamar de trote marchado. Como o PSL está nas origens do Mangalarga, fica aqui constatada a herança de onde veio a marcha trotada incompleta transicional.
As planilhas estão no site:
www.toledohorse.com.br.

Fig. 1 – PSLuzitano – Xelim – trote marchado
(clique para ampliar imagem)

Comentários: marcha trotada com apoio lateral quase nulo (CL = 0,02),dissociação mínima (4,9%),dois apoios triplos e apoios diagonais superiores a 90% (marcha incompleta), velocidade(12,95k/h) e rendimento(2,06m) compatíveis com o porte do animal.

Fig. 2 - Mangalarga – Vanerão – marcha trotada
(clique para ampliar imagem)

           
Comentários: marcha trotada com apoio lateral nulo (CL=0),dissociação mínima(1,7%), dois apoios triplos e apoios diagonais superiores a 94% (marcha incompleta), velocidade(11,41k/h) e rendimento(2,08m) compatíveis com o porte do animal.

Fig. 3 – Planilha com animais MM – Expo. Nacional BH 2004.
(clique para ampliar imagem)

Fig. 4 - Planilha com animais MM – 1990 – 1994
(clique para ampliar imagem)

Na Fig. 4 temos a planilha dos parâmetros principais da marcha de animais MM, alguns dos quais com premiação de marcha em nível nacional, entre os anos dourados de 1990 a 1994.
As conclusões mostram um aproveitamento de 100% com marcha completa, de apoios triplos definidos, sem apoios indesejáveis. As marchas variam entre a batida (CL 0,13 a 0,62) e a de centro (CL 0,83 a 1,00).
O apoio triplo total médio é de 20,26% característico da marcha completa de oito apoios.
A velocidade média de 11,5 k/h e o rendimento médio de 1,82 m  são compatíveis com o tipo mediolíneo do MM.
A assimetria média de 1,13 é ótima e, agregada aos demais parâmetros, proporciona valores de handicap (comodidade) ou qualidade da marcha -  superiores a 6,00.
Naquele tempo, o cavalo era realmente marchador!
Uma ótima oportunidade para os novos dirigentes passarem para a história, resgatando o direito dos animais de marcha completa e seus criadores de voltarem a ser considerados em pista, com a promoção de concursos separados.  Uma solução inteligente que resgata os valores zootécnicos da marcha, viabilizando os criatórios de marcha completa e possibilitando a exportação e o fluxo financeiro. Porque não?

 

  

 

home |voltar

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 




Itaporanga-SE
Francisco Garcez (Tito) -
(79) 9977 8000


Carvalhos-Sul de Minas
Prop. Fernando Pizza -
(35) 3345 1552

APRESENTAÇÃO      EDITORIAL      A RAÇA       ORIGEM      GENÉTICA      ANDAMENTO      CONFORMAÇÃO      REGISTRO      HINO
Copyright © 2008. RDA Tecnologia. Todos os Direitos Reservados.