Home   |   Mapa do Site    |   Contato
Email dos Leitores
Dúvidas
Depoimentos
Dica da Semana
Galeria de Fotos
Alerta ao Comprador
Humor
Denúncias
Cadastre-se
Frase da Semana
Proverbios de Cavalos
Pensamentos
Conformacao
Condicion. Fisico
Marcha
Doma
Treinamento
Equitação
Embocaduras
Manejo de Cascos
Reprodução
Genética
Canal Marcha picada
ABCCMM
NUCLEOS
Haras em Destaque
Marchador Internacional
Links Interessantes
CURSOS ONLINE
PALESTRAS ONLINE
LIVROS EM CD
LIVROS IMPRESSOS
AUDIO-BOOKS
Loja Virtual Do Cavalo M
M. Picada no Mundo
Como Registrar
Frutas que Curam
Alerta
Preserve a Natureza
A Fotografia
Saude
Controle o Estresse
O Espelho de Gandhi
Calendario Lunar
Datas comemorativas
Previsao do Tempo

Clique para ampliar
Clicar para aumentar foto e ler legenda
Clicar para aumentar foto e ler legenda


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

INTERPRETAÇÃO DAS DESCLASSIFICAÇÕES DE ANDAMENTOS NO PADRÃO RACIAL DO CAVALO MANGALARGA MARCHADOR

                                                                                                         * Lucio Sergio de Andrade

De acordo com o Padrão Racial são desclassificados para Registro Genealogico os animais que apresentam andadura, trote ou marcha trotada.

Na teoria está perfeito! Mas na pratica do Registro Genealogico um numero significativo de animais de marcha trotada vem sendo registrados.

Os animais de andadura exclusiva representam minoria, até porque este andamento é de mecanismo genético recessivo. Ao contrario, o trote e andamentos limitrofes – marcha trotada e marcha batida com excesso de diagonalidade -, apresentam genes dominantes.

Na andadura exclusiva, ou classica, os bipedes laterais deslocam-se em perfeito sincronismo, tocando o solo simul­taneamente, seguindo-se um apoio quadrupedal (todos os cascos sobre o solo) necessario à troca dos apoios bipedais laterais. É um andamento extremamente desequilibrado para cavalo e cavaleiro.

O trote é andamento de dois tempos, ou seja, os bipedes diagonais deslocam-se em perfeito sincronismo, tocando o solo simultaneamente. Em seguida a cada apoio duplo diagonal sincronizado ocorre um momento de suspensão dos 4 membros no ar, necessario à troca dos apoios bipedais diagonais.

O Padrão Racial estabelece como desclassificatorios outros andamentos denominados de marcha trotada e trote marchado, antes tipicos somente da raça Mangalarga. Todavia, atualmente a marcha trotada é prevalente na raça Mangalarga Marchador, apesar do Padrão Racial ser claro na desclassificação desta modalidade de andamento.

O fato é que tambem ha um numero significativo de animais de trote convencional registrados e, o pior, lamentavelmente premiados como campeoes. O Padrão Racial foi ignorado, engavetado pela propria ABCCMM e rasgado por seus tecnicos de Registro Genealogico e arbitros oficiais.

A propria Andadura, às vezes é confundida, injustiçan­do-se animais que ainda preservam alguma dissociação no avanço dos bipedes laterais. Para ser uma Andadura classica, é preciso que os dois membros laterais toquem o solo exatamente no mesmo instante. Caso contrario, se a dissociação é minima, sera andadura desunida. O tecnico deve ter conhecimento exato da mecanica de locomoção do cavalo marchador para saber diferenciar andadura classica, andadura desunida e marcha picada com lateralidade aceitavel.

Todos estes limites de andamentos marchados deveriam ser severamente penaliza­dos,

Independente de qualidades morfologicas, da genetica, do criador ou do proprietá­rio, os animais de andamento a dois tempos devem ser desclassificados para efeito de Registro Genealogico, pelo menos enquanto persisitir a atual definição de andamento no Padrao racial, que é homologado pelo Ministerio da Agricultura para distinguir raças.

Não é adminissivel que duas raças apresentem o mesmo tipo de andamento, no caso as raças Mangalarga Marchador e Mangalarga, principalmente porque a marcha trotada foi o andamento que deu origem a raça Mangalarga e motivo da fundação da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador, cujos fundadores tinham como objetivo preservar e selecionar um outro tipo de andamento – a marcha de triplices apoios.

Somente assim, a raça poderá retomar as trilhas de seus cami­nhos evolutivos, preservando e aprimorando a sua virtude maior: marchar, não para enganar, mas para agradar, dentro da legalidade do Serviço de Registro Genealogico perante o Ministerio da Agricultura e sem fraudes.

* O autor é Zootecnista, escritor, com 30 livros publicados e 50 dvd’s, as maiores coleções da equideocultura brasileira de marcha. Para pedidos acessar o site profissional – www.equicenterpublicacoes.com.br, onde está hospedada a Loja Virtual do Cavalo de Marcha, que também oferece embocadura e equipamento de doma e treinamento especializado do cavalo Mangalarga Marchador de M.T.A.D. – Marcha de Tríplices Apoios Definidos.

 

 

home |voltar

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 




Itaporanga-SE
Francisco Garcez (Tito) -
(79) 9977 8000


Carvalhos-Sul de Minas
Prop. Fernando Pizza -
(35) 3345 1552

APRESENTAÇÃO      EDITORIAL      A RAÇA       ORIGEM      GENÉTICA      ANDAMENTO      CONFORMAÇÃO      REGISTRO      HINO
Copyright © 2008. RDA Tecnologia. Todos os Direitos Reservados.